A Batalha Começou…

Levanto os meus olhos para os montes, de onde virá o meu socorro?
O meu socorro vem do nome do  Senhor que fez o céu e a terra.
”  Sl 121

Em tempos de dificuldades, quando realmente parece que estou no fundo do vale cercado por uma horda de inimigos por todos os lados, esta sempre foi minha única oração. A única que eu conseguia fazer. Olhar para o alto e esperar que o socorro viesse enquanto me mantivesse vivo na batalha.
Quando você está nessa situação, pra onde você levanta seus olhos? Onde você busca socorro? A quem você busca primeiro?

Tá legal, vai dizer que é Deus, né? É ótimo contar com uma retaguarda dessas… o Todo-Poderoso!

Mas vamos lá, você constrói esta relação no dia a dia, no mês a mês, no ano a ano? Porque, em modos humanos, nem você, nem eu corremos em socorro de quem nunca nos dá um “oi”, de quem nunca partilha nada, de quem é afastado mesmo “morando” próximo. Ou você é mestre da caridade? De maneira humana só corremos a ajudar, quem é próximo, quem tem uma relação conosco.

Já entendeu né? Claro.
E já tá justificando dizendo que Deus não é assim.
Verdade.
Graças a Deus (ou melhor, Graças a Ele-Mesmo) Ele não é assim.

O que acontece é que nessa batalha, se você se afastou demais do exército dEle, se você se embrenhou por caminhos desconhecidos, como espera que a “retarguarda” do exército te ache onde você se escondeu e venha ao seu socorro?

Talvez as suas “regras” de batalha não estejam de acordo com as orientações de vida que Ele mesmo nos deu. Como esperar que um exército do qual VOCÊ não faz mais parte por livre e espontânea vontade venha ao seu socorro? Será que você já não mandou a mensagem para os “comandantes” dizendo: – Me larga! Me deixa! Vou fazer do jeito que eu acho melhor!
Deus nunca responderia assim, mas EU tenho vontade de te dizer: – Então faça! Se vira meu(inha) filho(a)!
E embora Ele não responda com a minha falta de educação, Ele nos respeita, respeita a sua/minha vontade e se mantem na distância que determinamos. Quer se aproximar, mas respeita a distância que impomos.

Vamos recuperar o que é de Deus? Nossa presença bem presente mesmo? Uma proximidade próxima, não da boca pra fora? O Acampamento RVJ2012 é mais uma oportunidade de dizer, faço parte deste exército! Sem Deus não quero ir em lugar nenhum! Não quero lutar batalha alguma sozinho! Sou Igreja, não sou sozinho!

 

Fonte: Site: Revolução Jesus

Anúncios