Não vale a pena

Vivemos cercados de oportunidades. E o melhor de tudo é que muitas oportunidades vem acompanhadas de LIBERDADE! Isso não é ótimo?

Mas este post quer te trazer um lembrete importante: a liberdade não vem te trazer simplesmente o direito de fazer tudo o que quiser… na verdade ela traz é a RESPONSABILIDADE sobre TUDO o que você fizer! Já pensou nisso?

É por isso que falamos tanto de ESCOLHAS – porque elas regem a nossa vida! Somos construídos a partir delas. Elas determinam nossos caminhos!

E como saber se as escolhas que eu tenho feito são as melhores?

Bom, responder a esta pergunta não é como responder a 1+1. Não sei se existe uma receita pronta. Mas a dica que eu dou é: busque a Deus em primeiro lugar em todas as coisas! Pense nele! Fale com ele! Escute o que ele tem a dizer! Sonhe os sonhos dele! Entregue-se a ele!

Não corra o risco de viver nesta terra colocando sua alegria em tudo o que passa. Existe uma alegria que nunca terá fim. Existe um céu que te espera. Quer garantir o seu lugar? Escolha! Escolha o bem, escolha o amor, escolha ser de Deus!

NÃO VALE A PENA GANHAR O MUNDO TODO E PERDER A PRÓPRIA ALMA!

Confira o rap super estilizado de Toby Mac – “Lose my soul” (Perder minha alma)

Pra onde você vai?

Quem nunca se perguntou: Meu Deus para onde eu vou? O que escolher? Onde está Deus nisso?”

Perguntas como essas fazem parte da vida de todos pobres mortais como eu e você. E nesta hora sentimos que a direção de nossa vida fica meio desgovernada não é? E vivemos momentos de angústia, aridez e até uma sensação de vazio.

Agora quero saber de você:

“Quando a situação aperta e a dúvida surge pra onde você vai?

Tem gente que se esconde, tem gente que corre pra capela, tem gente que busca um bom diretor espiritual. Bora responder, o que faz nestas situações? Ai vai a letra de uma canção nossa… pense nisso…

Por que você foge?
O que você está tentando?
Por que você chora?
Deixa eu levantar o seu rosto.
Porque você esta procurando por amor?
Porque você continua buscando?
Pra onde você vai?
Pra onde você vai?
Onde estiver, Quando precisar,
Estarei la, no meio da noite,
Quando chamar, Sempre que você rezar

Olhe para mim e para o meu lado
Tudo acabou quando eu
Bebi os pecados do mundo. (Banda NATLUZ)

Uma vida que vale a pena!

“Os santos não estão limitados a um catálogo, e nós, certamente, cruzamos com eles todos os dias”. Abbé Pierre

Os que pensam que os santos são pessoas “paradas” e solitárias, com “cara” de piedade e fala mansa quase inaudível (será que esta palavra existe?) que ignoram esta vida só pensando na outra lá no céu, ficarão impactados ou até mesmo com um ar de “Possível?” diante de uma garota italiana chamada “Chiara Luce,”, ou seja, Beata Chiara Luce!

Uma jovem linda, cheia de vida, atleta, ativa. Super inserida na realidade do seu tempo. Normal e acima de tudo: Cristã de valer a pena e não de dar pena!

Se você ver uma foto dela, como esta deste post, vai perceber que ela não tinha o olho de “peixe” morto como muitos querem colocar nos “santos”. Seu olhar é vibrante e atrativo, nos atraí e nos eleva. Um olhar que sabe ver neste mundo as “n’s” possibilidades de ser melhor em toda e qualquer situação.

Chiara viveu sua juventude de maneira tão bacana e intensa que foi “beata” (Beata em italiano significa feliz) em todos os momentos, nos de curtição e nos de dor, nos de alegria e nos de sofrimento.

Alguns fatos da vida de Chiara são super bacanas como, por exemplo, quanto ao horário de voltar para casa. Chiara gostava muito de sair à noite com os amigos (quase todos os jovens curtem isso, não é?), sobretudo nos fins de semana. E algumas vezes os pais falavam do horário e tal, e ela buscava conciliar a vontade de se divertir com a obediência aos pais. Sabia escolher o que vale a pena!

Chicca Coriasco, grande amiga e confidente de Chiara, diz: “Ela tinha um grande preparo humano. Gostava de vestir-se bem, de pentear-se com cuidado, e às vezes, de se maquiar, mas sempre de forma discreta”. Garotas de plantão que estão lendo este post perceberam como é possível se cuidar sem cair nas lamúrias de uma ditadura da beleza?

A vida de Chiara foi tão curta, mas tão intensa que um post não é suficiente para falar tudo que foi e é esta santidade de Calça jeans que ela viveu. Aqui um link para você aprofundar: http://focolare.org/br/sif/2000/20000314pt_b.html

Chiara adquiriu do “nada” adquiriu uma doença entrou em agonia e viveu… Espera aí, viveu? Não seria morreu?

Não, quem vive uma vida de valer a pena não morre, vive, ou seja, escala o céu!

Olhando para vida de Chiara Luce faço uma pergunta: “De onde vem essa luz maravilhosa que você tem nos olhos, Chiara?”. E ela mesma responde: “Procuro amar muito Jesus”.

Como Chiara te desafio a ser Santo, de calça jeans de tênis no pé e laptop na mão. Tá afim?

É só ter uma vida de “valer a pena” e não de “dar pena”.

Fazer tudo com a plena motivação de “ Amar muito a Jesus”.

Vai encarar o desafio?

XV Hallel: Tempo de semear a boa semente do Evangelho

Aos primeiros raios do sol do sábado, dia 18 de setembro de 2010, Cristo, o Bom Semeador, saiu a espalhar a boa semente do Evangelho no complexo do Ginásio Nilson Nelson, preparando, de forma imediata, o XV Hallel Som e Vida de nossa Arquidiocese. Aos poucos, foram chegando os operários da vinha que, ao perceberem que os jovens das diversas localidades do Distrito Federal têm sede profunda da Boa Nova da Salvação, aceitaram o desafio de trabalhar na vinha do Senhor. Sem perder tempo, os operários do Hallel arregaçaram suas mangas, vestiram suas camisetas, começaram a entoar, com incontida alegria, seus cânticos de júbilo e juntos com Cristo começaram a semear no Palco central, no Hallelzinho, nos módulos, na capela, nas barracas de alimentação e em tantos outros ambientes, a Palavra e os ensinamentos do nosso Redentor.

Nesse trabalho de lançar a semente do Evangelho, os operários do Hallel não reclamavam do sol escaldante do Planalto Central e nem da baixa umidade do ar, pois o fogo abrasador do Divino Espírito e a atmosfera de santidade compensavam infinitamente todos os esforços empreendidos. Ao sentirem que a semente poderia ser pisada ou comida pelas aves do céu, os esmerados servos do Hallel se revezaram na Capela, adorando ao Senhor e clamando pela adesão dos jovens ao amor de Jesus. De alguma forma, nós percebíamos que, apesar das dificuldades que se apresentavam, aquele seria um dia realmente feliz, pois naquele sábado, estávamos antecipando o dia do Senhor, o domingo da Ressurreição, ansiado dia em que o nosso Salvador iria novamente ressuscitar nos corações de inúmeros jovens, transformando para sempre o curso da história da juventude, oferecendo fé, esperança e autênticos ideais de vida a tantos jovens que ainda estavam vivendo na escuridão da morte.

No período da manhã e sobretudo no inicio da tarde, já era possível contemplar a germinação das primeiras sementes que foram lançadas, pois as pessoas que estavam se aproximando do Sacramento da Reconciliação e os joelhos que estavam dobrados em adoração diante do Santíssimo Sacramento eram significativos. Os jovens continuavam chegando em turmas bem expressivas e quando olhávamos para aquele mar de jovens que ali estavam presentes, nós sentimos no fundo de nossas almas a suave voz de Cristo, dizendo-nos: “Erguei os olhos e vede os campos: estão brancos para a colheita!” (Jo 4, 35). Impulsionados pelo amor e pela misericórdia de Deus, mesmo já demonstrando sinais de um bom cansaço, nós continuamos evidenciando aos jovens a beleza do Cristianismo. Ao perceber que a falta de umidade que enfrentamos nas realidades cotidianas e o medo de assumir um compromisso poderiam abafar o vigor da Boa semente no coração da juventude, elevamos a Nossa Senhora da Conceição Aparecida e a São João Bosco o nosso pedido de uma eficaz intercessão pela conversão e adesão dos jovens à Pessoa de Cristo.

No meio da noite, logo após a adoração ao Santíssimo Sacramento no palco central, uma certeza pairava em nosso íntimo: a Boa semente caiu em terra boa, germinou e deu fruto ao cêntuplo. E assim, com um fogo abrasador em nossos corações, nós, os humildes operários do Hallel, saímos do Ginásio de Esportes professando: Os jovens que tiveram ouvidos para ouvir a Boa Nova da Salvação estarão, nessa próxima semana, procurando um aprofundamento na experiência do amor de Deus em nossas Paróquias, Comunidades e Movimentos. Eles virão à procura  de um maior compromisso com a Igreja e esperam contar com a nossa ajuda e, por isso, fortalecidos pela Comunhão dos santos, nós continuaremos com o coração nobre e generoso, lançando e relançando a semente da Boa Nova da Salvação, adubando os campos, retirando as pedras e os espinhos, espantando os pássaros e irrigando a semente para que novas e fecundas conversões sejam concretizadas, produzindo frutos pela nossa contínua perseverança na obra de Deus por meio do Hallel. E em nossas casas, antes de fecharmos os olhos e usufruirmos de um merecido descanso, expressando nossa gratidão e júbilo pela oportunidade de trabalho na messe do Senhor, clamamos: Fica conosco, Senhor! Permanece conosco, Senhor, pois em nome do Teu amor, nós já começamos a preparar o terreno do XVI Hallel Som e Vida! Agradecemos, Senhor, a graça de teres nos designado para o Teu serviço! Que sejamos sempre, Senhor, um belo e entoado Hallel que expressa a Tua incondicional misericórdia. Assim seja! Amém!

Aloísio Parreiras

(Movimento de Emaús de Brasília)

Fonte: Hallel de Brasília


Banda Natluz agita Hallel de Brasília

Natluz fez sua estréia na tenda da Codimuc no Hallel.

Ela foi uma das atrações do Hallel de Brasília 2010, que aconteceu no último final de semana, no Ginásio Nilson Nelson, em Brasília (DF).

Com um ritmo contagiante, o Natluz fez bonito na sua estréia na tenda do Hallel. Com um carisma todo particular, o Natluz agitou o público, que cantou, pulou durante todo o show. No repertório, canções que fazem parte do seu projeto de gravação do primeiro CD, novo trabalho do artista. veja as fotos: http://www.flickr.com/photos/natluz/

Em entrevista ao site oficial da Paróquia Nossa Senhora da Glória, Ceilândia -DF, o cantor falou sobre a apresentação: “Eu quis justamente passar para as pessoas aquilo que grita muito forte no meu coração, aquilo que vivi na experiência da restauração. Depois de passar por um momento sério de tribulação e dor, hoje Deus me deu a graça de viver e cantar um novo dia. Espero que as pessoas tenham entendido a mensagem de que em tudo devemos colher em Jesus”.

Mapa do Hallel de Brasília: Nilson Nelson ficando pronto, veja as mudanças…

Programação; Hallel de Brasília:

Programação PALCO CENTRAL

10h00 Inicio das atividades
10h20 Banda M Shalom – Fortaleza CE
11h20 Davidson Silva – Fortaleza CE
12h00 Roger – Brasília DF
12h40 Paulinho Sá – Brasília DF
13h20 Ministério Atrius – Gama DF
14h00 Banda Maranatha – Taguatinga DF
15h00 Grupo Typ Vox – Campinas SP
16h00 Banda Via 33 – Americana SP
17h00 Banda Ceremonya – São Paulo SP
18h00 Ir Kelly Patrícia – Instituto Hessed – Fortaleza CE
19h00 Banda Vida Reluz – Guarulhos SP
20h00 Banda Rosa de Saron – Campinas SP
21h00 Encerramento

Programação ESPAÇO JOVENS E MÚSICOS.

10h00 Inicio das atividades
10h20 Banda Benedictus – Brasília DF
11h00 Ulissis Lima – Brasília DF
12h00 Oficina – Juventude e Questões Atuais – Nico Roriz – Dep de Educação – Luziânia GO
13h00 Banda Santos Anjos – Luziania GO
14h00 Banda Althar – Taguatinga DF
15h00 Oficina – Musica e canto – Pe Rodrigo Dalarosa DF
16h00 Banda Natluz – Ceilândia DF
17h00 Banda Alis – Brasília DF
18h00 Encerramento

Programação ESPAÇO HALLELMIX.

10h00 Inicio das atividades – Apresentações de DJ’s
10h20 Apresentação de Hip Hop – Projeto Atributua (Planaltina DF)
11h00 Dj Daniel Bassani (ElectroCristo)
12h00 Pregação “Jesus nossa balada” Padre Zeton (Padre DJ Diocese de Santo Amaro/SP)
13h00 Padre Zeton (Padre DJ Diocese de Santo Amaro/SP)
14h00 Dj Léo Guimarães (ElectroCristo)
15h00 Missa Eletronica com o Padre Zeton (Padre DJ Diocese de Santo Amaro/SP)
16h00 Festa final: Dj´s ElectroCristo
17h30 Encerramento

Espaço COMEP

10h00 Inicio das Atividades
10h20 Jonny – Brasília DF
11h00 Banda Via 33
12h00 Grupo Typ Vox
13h00 Mariani Silva
14h00 Ceremonya
15h00 Oficina e mostra de Grafitagem – Projeto Atributua (Planaltina DF)
16h00 Banda Amadeus – Taguatinga DF
17h00 Ricardo Lima e Banda – Brasília DF
18h00 Encerramento