Dicas aos Salmistas…

“É bom cantar salmos ao Altíssimo” (Sl 92,2)

 O SALMISTA

Dignidade da função:  Você salmista, já se deu conta do quão digna e ao mesmo tempo requer responsabilidade a seu serviço como salmista?  A você cabe o proclamar a palavra de Deus, intermediar este diálogo com Deus, à Assembléia cabe escutar e participar nos refrões.

 Estrelismo :Você salmista não deixa de ser um animador que deve levar a assembléia a participação plena e frutuosa  (SC 11).  Está reprovada a velha liturgia de missas concerto, caímos nos mesmos erros de utilizá-la como espaço para brilho do agente de pastoral. 

 Perfil do salmista:  O zelo à liturgia, requer um mínimo de preparo vocal e técnico, litúrgico e musical, na arte de entoar. Deve ser proclamado com clareza, dignidade, dando ao texto a força que sua mensagem contém .

 Algumas dicas  para exercer bem seu serviço:

–          Zelo pela liturgia;

–          Evitar segunda voz para não inibir a assembléia;

–          Colaborar com a equipe de canto, não se fazendo destaque dela, ensaiando, orando etc.;

–          Ensaiar sempre o refrão do salmo com a assembléia;

–          Consciência de que para Deus, o melhor;

–          Participar das formações de liturgia e canto;

–          Salmodiar com segurança, sem ficar com a cabeça abaixada na letra;

–          Ter bom ouvido musical, boa voz, senso rítmico, etc.;

–          Envolver toda a assembléia no diálogo do salmo;

–          Não se sentir estrela, ter a humildade no receber críticas e elogios;

–          Principalmente, amar seu serviço, procurando sempre se aprimorar.

 Algumas dicas a instrumentistas

 Para o salmo, claro, também é parte integrante na proclamação, os instrumentistas, e vale dicas para o acompanhamento geral na celebração

 –          Usar o instrumento com arte, somente para sustentar o canto;

–          Nem todo instrumento é tocável em todas as partes da celebração. O salmo também é um canto que requer um instrumento mais suave;

–          Estar presente antes da celebração para o ensaio com a assembléia;

–          Participar das formações litúrgicas;

–          Ser humilde.

fonte: http://www.catolicasuzano.org.br/

Nada ficará para trás!

 É importante esclarecer: quem crê que o Espírito Santo do Senhor paira sobre nós não é uma pessoa comum. É um filho amado de Deus, dotado de autoridade. E já é passado o tempo de usar essa autoridade segundo a vontade de Deus.

O Inimigo quer mostrar para o mundo que, por exemplo, a música católica é uma música inferior. Quer que as pessoas cheguem na missa, no grupo de oração ou em shows e comecem a reclamar da homilia, das pregações, das músicas, da qualidade do som. O que temos que entender é que tudo isso depende de uma tomada de posição nossa, de não ficarmos por baixo.

Hoje existe uma troca de valores e não mais nos damos conta de quem somos. E nós somos o povo de Deus. O melhor tem que estar aqui, não por mérito nosso, mas porque Deus é fiel aos seus. Porém precisamos exercer nossa autoridade espiritual nisso. Recebemos a autoridade de pregar, de ir adiante fazer e aplicar o melhor a Deus. E quem, como católico, fica resmungando e se queixando das coisas da sua própria Igreja, deveria repensar e ver realmente de que lado está.

No Livro do Êxodo, vemos que o faraó tentou oprimir e restringir o povo de Deus, só permitindo que eles saíssem do Egito sem seus suprimentos. Assim, o povo estaria destinado a morrer de fome e não fazer sacrifícios a Deus. Ou seja, era um povo com os dias contados, sem o alimento do corpo e da alma. Assim também somos nós e não nos damos conta. Precisamos nos dar por inteiros ao Senhor, aprender a não negociar com o mal, tomar posse do que é nosso e parar de reclamar ou até mesmo de se acostumar com nossas misérias. Moisés proclama com autoridade ao Faraó: “nem uma unha ficará…” (Ex 10,26).

Irmãos, precisamos tomar posse da autoridade que Deus nos concede. Caso contrario, quantas vezes estaremos aceitando esse “somente” do Faraó sobre nossas vidas? O Senhor quer que sua Igreja caminhe com tudo o que ela tem direito para mostrar o quão grande é o nosso Deus. Como Moisés, temos que tomar posse de tudo o que é nosso.

Quando Jesus morreu por nós, nos deu direito a tudo o que necessitamos para ter uma vida plena, para chegar ao propósito de Deus nas nossas vidas. Não podemos deixar nada do que é nosso na posse do inimigo.  Deus conhece nosso potencial e não quer que deixemos nem mesmo uma unha no Egito. Se não é permitido que nem mesmo uma unha fique para trás, quanto mais o que é de valor. Não podemos entregar o direito ou a nossa autoridade ao príncipe deste mundo.

Eu creio que Deus está levantando uma geração que entende que é revestida da Graça de Deus e possui a coragem de gritar na cara do Diabo: “Nós nada temos contigo, nada ficará para trás!”. Como Moisés, não somos negociadores com o príncipe deste mundo. Somo filhos de Deus, com autoridade advinda do Espírito Santo e revestidos da força do alto, conscientes que somos por inteiro de Deus.

*vocalista da banda NATLUZ

Participe do 15º Encontro de Marketing Católico…

Nos próximos dias 7, 8, 9 e 10 de junho, o 15º Encontro de Marketing Católico acontece no centro de convenções do Othon Palace Hotel, localizado na praia de Copacabana, no Rio de Janeiro(RJ).

Com o tema “Vós sois de Cristo”, o encontro este ano traz uma novidade: fazendo inscrição para o Encontro de Marketing Católico, os participantes poderão usufruir de dois eventos paralelos. Trata-se do 1º Encontro de Música e Eventos Católicos e o 1º Encontro de Turismo Religioso.

1º Encontro de Música e Eventos Católicos

O seminário contará com dez palestras com temas específicos, ministradas pelo diretor da CODIMUC e líder da banda Anjos de Resgate, Eraldo Mattos, por artistas e profissionais da gravadora, pelo Pe. Joãozinho, SCJ e pela cantora e apresentadora de TV Maria do Rosário.

Alguns dos temas propostos para o curso são: “A Música na Liturgia”, “Dicas e Segredos de Bastidores das Produções de CD e DVD Católicos”, “Como Promover um Evento Católico de Sucesso”, “Captação de Recursos para Eventos Católicos”, “Como Divulgar Bem um Evento Católico”, entre outros.

1º Encontro de Turismo Religioso

Comandado pelo Reitor do Santuário do Cristo Redentor e responsável pela Pastoral do Turismo Religioso da Arquidiocese do Rio de Janeiro, Pe. Omar Cardoso, o curso deve reunir responsáveis por santuários católicos e locais de peregrinação de todo o Brasil.

O objetivo é partilhar as experiências de cada um na acolhida aos fiéis e, ao mesmo tempo, conhecer técnicas e estratégias de Marketing para dar mais visibilidade à instituição e trabalhar melhor o acolhimento, a promoção de eventos e a captação de recursos.

Para inscrições e maiores informações, o público pode acessar o site do Instituto Brasileiro de Marketing Católico (IBMC) – www.ibmc.com.br – ou entrar em contato pelo e-mail ibmc@ibmc.com.br.